2

A minha não-páscoa

Como sou preguiçosa hiper mega master-mór, e não somos cristãos, e não somos (muito) consumistas, a gente não faz nem páscoa nem natal. Assim, dia normal, vida normal de bagunça todo dia.

O mais curioso é que como todo o resto do mundo alimenta essa coisa de coelho da páscoa e papai noel (TV, outdoors, família, escola), eles não se diferenciam do resto nisso. Alguma coisa foi comentada por mim neste post do bule voador, e mesmo em setembro do ano passado perguntei ao mais velho: coelho da páscoa existe? Engraçado como a questão de 'existir' não é uma resposta de sim e não, para ele era uma questão de contexto para existir. Coelho da páscoa só existia na música, segundo ele.

Os avós paternos dessas crianças esse ano mandaram um CARREGAMENTO de ovos de chocolates, de todos os tamanhos e sabores (vou virar uma bola). Inclusive, minha sogra mandou alguns com  detalhes de coelho, pintados ou recordados. Gabriel ainda chega em casa e fala: 'a vó colocou esses coelhos só pra eu pensar que foi o coelho da páscoa que me deu os ovos'. Fiquei meio chocada, mas né.

Nunca falei que não existia, mas nunca fui perguntada. E aos quase 6 anos, realmente a fase da imaginação tem desbotado a olhos vistos, com ou sem minha ajuda. Mas hoje ele diz que coelho existe. Assim, sem maiores disclaimers. Aguardemos cenas dos próximos capítulos rs.

2 comentários:

Rapha da Alice disse...

Aqui em casa os avós se forçarão a não dar bobagens para a Alice por causa da alergia que ela tem. Tudo tem um lado bom, não é? :)

Rapha, da Alice

Ela disse...

Também não comemoramos Páscoa, mas os ovos são bem vindos..rsrsrs

Back to Top