3

Não idealize seu parto

Lembrete crucial das minhas doulas queridas (Pat, Felicitas, ó eu na globo!): nunca, jamais, em tempo algum, idealize o seu parto.

Como assim? Não é pra fazer plano de parto, não é para discutir com médico, parteira, pediatra? Sim. Mas planejar passa a quilômetros de distância de idealizar. Como bem explicitado pela Felicitas, planejar um parto é mais ou menos como planejar uma noite de amor: temos que estar abertos a todas as possibilidades, mas sempre sai totalmente diferente do que esperávamos.

Não precisa se preocupar muito, na hora às vezes você quer dormir, às vezes quer comer. Se você vai realmente querer ficar no chuveiro ou na bola, banheira, banqueta ou colo do marido, de joelhos ou semi-deitada, é uma incógnita.

Não dá para esperar que você lembre ou queira aquele CD da Enya; mas não será um 'menos parto' porque você não sentiu esse desejo ou necessidade. É importante não menosprezar um parto delicioso por causa de idealizações, que no frigir dos ovos não fez diferença.

'Ah, pena que não foi na água'. WTF, foi bom, não foi? Para que romantizar a posição, lugar? O parto deve acontecer onde deve acontecer, e ele será bom de qualquer maneira. É sempre especial.

3 comentários:

Carol_Rodarte disse...

Artemires, sou fã das tuas postagens!

são sempre perfeitas!

bjinhus

Ártemis disse...

Carol,

fico feliz de encontrar pessoas que gostem ;D

Amyntaamoon disse...

Ih amiga, a única coisa que espero do meu parto é que não doa muito!!!! hahahaha =D

Back to Top